Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

banner-incorp-1-05052017.fw

newsletter-140x70 atualiza-140x70 denuncia-140x70

Mês Mundial da Doença de Alzheimer - ABRAz Ceará

Compartilhe esta pagina com o Whatsapp

mmda-05092016

SETEMBRO - MÊS MUNDIAL DA DOENÇA DE ALZHEIMER 21 DE SETEMBRO: DIA MUNDIAL DA DOENÇA DE ALZHEIMER

“ALZHEIMER: QUANTO ANTES SOUBER, MAIS TEMPO VOCÊ TERÁ PARA LEMBRAR”

 

A Associação Brasileira de Alzheimer - Regional Ceará (Abraz - CE) preparou uma edição especial e comemorativa dos 18 anos de fundação, programação de seis dias para sensibilizar a população, entidades públicas e privadas de saúde, assim como profissionais da área para o Mês Mundial da Doença de Alzheimer, 21 de setembro, Dia Mundial da Doença de Alzheimer.

Do dia 03 ao 24 de setembro serão ministrados cursos, fóruns e ações informativas à sociedade civil. As abordagens vão desde o diagnóstico precoce, suas etapas e tratamento, como também os aspectos preventivos e atualizações científicas aos profissionais atuantes no segmento. 

Orientados pela temática: “Alzheimer: Quanto antes souber, mais tempo você terá para lembrar”, é que a ABRAz Ceará convoca para o II Curso de Voluntariado; V Curso de Orientação aos Familiares e Cuidadores; DMDA 2016 e o III Fórum Científico: Avaliação Diagnóstica, este último, nos dia 23 e 24 de setembro, na Universidade de Fortaleza – UNIFOR.

A incidência da doença de Alzheimer (DA) vem crescendo mundialmente na mesma medida em que a população acima dos 65 anos aumenta. A enfermidade é o tipo mais comum de demência, doença que acomete 46,8 milhões de pessoas em todo mundo, segundo um dos maiores levantamentos, já realizados até hoje sobre a doença, elaborado pela ADI.

De acordo a ADI, o crescimento da incidência da doença na população idosa praticamente dobra a cada 20 anos. A previsão é que o número de pessoas com demência chegue a 74,7 milhões em 2030 e a 131,5 milhões em 2050. Atualmente, cerca de 58% de todas as pessoas com demência vivem em países classificados como de baixa ou média renda, percentual que atingirá os 68% em 2050. 

As pessoas pertencentes à faixa etária de maior risco para a DA representarão 22% da população mundial, em 2050, com 80% deste percentual na Ásia, América Latina e África. A cada ano, são registrados 9,9 milhões de novos casos de demência no mundo, o que representa um novo caso a cada quatro segundos. A partir dos resultados das pesquisas da ADI, a OMS (Organização Mundial da Saúde) incluiu a doença de Alzheimer (DA) entre os maiores problemas mundiais de saúde, o que serve de alerta para a gravidade da questão e revela a necessidade das autoridades e entidades internacionais implementarem ações urgentes para se antecipar a esta realidade anunciada. 

Os custos envolvidos no cuidado à pessoa com Alzheimer ou outra forma de demência, incluindo medicação, afastamento do doente das atividades profissionais, despesas na contratação de cuidadores, prejuízo da renda da família por dedicação de um dos membros com o doente, pagamentos de assistência médica e de clínicas especializadas; são números que superam o equivalente a faturamentos corporativos da ordem de U$ 818 bilhões anuais, segundo a ADI. 

Uma das formas mais eficazes de minimizar esse efeito é o diagnóstico precoce da doença que, para ser realizado, necessita do envolvimento crescente de profissionais da saúde melhor preparados e com adequada estrutura para o diagnóstico e tratamento, quer na rede pública quer na privada.

Conjuntamente, é imprescindível uma política oficial que vise dar suporte e estrutura para o tratamento dos doentes com diagnóstico de Alzheimer e que garanta acesso à medicação.

 

ABRAz – Regional Ceará

Endereço: Rua Antônio Augusto nº 1271 sala 1301 – Aldeota - Fortaleza – Ceará

Telefones: (85) 3253-3929 / 98732-0804 - E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.