.

NOTA TÉCNICA 02/2021: Orientações aos Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais para o Funcionamento dos Nossos Serviços Essenciais à População do Ceará

NOTA TÉCNICA 02/2021:

Orientações aos Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais para o Funcionamento dos Nossos Serviços Essenciais à População do Ceará Diante da Pandemia da COVID-19 a qual foi declarada pela Organização Mundial de Saúde desde o início do ano de 2020 e que no atual momento vivenciamos mundialmente uma segunda onda com variação do vírus em várias localidades inclusive em nosso Estado e do Decreto nº 33.955 de 26 de fevereiro de 2021 do Governo do Estado do Ceará, esta Nota Técnica tem por objetivo esclarecer aos fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais quais medidas a serem seguidas.

 

I. Orientamos aos fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais que adotem as seguintes medidas nos consultórios, clínicas, ambulatórios e home care: Em casos confirmados ou suspeitos de COVID 19 os atendimentos devem ser realizados observando os procedimentos rigorosos de biossegurança, já executados na atenção básica, secundária e terciária:

 

a) Constância na Higienização das mãos (lavagem com sabão e água e/ou álcool 70%); e higienização do ambiente de trabalho incluindo os materiais, móveis, aparelhos e utensílios utilizados em suas intervenções, a cada atendimento;

b) Utilização de máscaras, gorro e óculos de proteção no profissional e máscara no paciente; E no caso de procedimentos que gerem aerossóis ou um maior contato com o paciente, o profissional deverá utilizar máscara N95, óculos de proteção ou máscara N95 com protetor facial (Face shield);

c) Utilização de luvas de procedimento a depender da necessidade de um maior contato com o paciente;

d) Manter o ambiente de atendimento arejado e higienizado (álcool 70%, solução de água e água sanitária nas devidas proporções);

e) Não usar o aperto de mãos ou toques físicos para cumprimentar os pacientes, familiares,cuidadores e demais profissionais de saúde;

f) Evitar aglomeração e para tal, entenda-se que, apenas o profissional, o paciente e um cuidador, quando indispensável, poderão estar presentes ao serviço. E as demais situações serão tratadas de modo específico;

g) Atendimentos aos grupos de risco: idosos, pessoas com deficiência, diabéticos, hipertensos e outras co-morbidades de forma individualizada, agendada com intervalo de no mínimo 30 minutos entre um paciente e outro, além do uso de máscaras, higienização do ambiente, materiais e equipamentos;

h) Manutenção dos atendimentos em grupo, em ambiente limpo e arejado, respeitando o distanciamento entre os indivíduos de diâmetro de 2m, utilização de máscaras por todos os integrantes, higienização dos materiais com álcool a 70% e equipamentos coletivos entre um uso e outro;

i) Realizar de modo criterioso na primeira CONSULTA e a cada atendimento a avaliação da situação de saúde do paciente e acompanhante, incluindo verificação dos sinais vitais tais  como: temperatura, pressão sanguínea e se possível oximetria, incluindo sintomas da COVID 19 referidos pelos pacientes de acordo com o rol das autoridades sanitárias:municipais, estadual, nacional e internacional;

j) É permitido atendimento on-line nas modalidades Teleconsulta, Telemonitoramento e Teleconsultoria aos pacientes, cuidadores e familiares, via ligação telefônica, e-mail e/ou whattsapp, conforme a Resolução COFFITO 516/2020.

k) Enfatiza-se, como ATO OBRIGATÓRIO de acordo com as Resoluções COFFITO 414/2012 e 415/2012, a necessidade de registro em prontuário de todas as intervenções e atendimentos, presenciais ou teleconsulta, prestados ao paciente;

l) Elaboração e implementação de Procedimento Operacional Padrão (POP) para atendimento seguro contendo: o horário de funcionamento, a logística de funcionamento, o que o estabelecimento de saúde com serviços de Fisioterapia e ou Terapia Ocupacional irá oferecer e descrever as medidas de proteção individuais e coletivas, de higienização visando a segurança do paciente e do profissional, mantendo disponível para acesso do usuário e em caso de fiscalização da Vigilância Sanitária;

m) Sinalizar na entrada do estabelecimento o uso obrigatório de máscara;

n) Os estúdios de Pilates em clínicas e consultórios deverão observar o atendimento respeitando todas as medidas de proteção individuais e coletivas e de distanciamento acima descritas (quando atendimento grupal);

o) Nos atendimentos da TERAPIA OCUPACIONAL orientamos quanto à utilização de materiais de difícil limpeza (lã, linhas, tecidos, pinceis, tintas, giz de cera, papéis, entre outros) sejam manuseados de forma individual, exclusivo para cada paciente, ou evitados.

p) Atentar ao cumprimento das regras de cada município, aos decretos do Governo Estadual e Federal e normas do Sistema COFFITO/CREFITOS que poderão ser alteradas a qualquer momento.

 

Na busca coletiva de atingirmos uma maior contenção na disseminação da COVID-19 contamos com o cumprimento de todos e todas na preservação da saúde e da vida de nossa população.

Fortaleza, 01 de março de 2021.

nota tecnica

 

Para visualizar o arquivo clique aqui.